ORE PELA ÁFRICA DE 25 DE MAIO A 16 DE JUNHO



Você sabia que o dia 25 de maio é o DIA DA ÁFRICA?
No dia 25 de maio do ano 2000 o Brasil emitiu um selo com o valor de R$ 1,10 com figuras de instrumentos africanos.
Em 2003 foi a África do Sul que emitiu um selo comemorativo.
Você sabia que o dia 16 de junho é o DIA DA CRIANÇA AFRICANA?
O que podemos fazer pela ÁFRICA?
O R A R!
25 DE MAIO é o dia da ÁFRICA e
16 DE JUNHO é o dia da CRIANÇA AFRICANA
As crianças africanas vivem com privações:
Físicas – higiene, saúde, alimentação…
Emocionais – conflitos tribais, guerras e revoluções constantes…
Sociais – exploração de mão de obra infantil…
Intelectuais – analfabetismo…
Espirituais – a idolatria, o animismo, o islamismo…
Os piores países do mundo para a criança viver estão na África, segundo a ONU.
Vamos dedicar o período que vai de 25 de maio até 16 de junho para orar em favor da criança africana!
COMO ORAR?
1. Separe um período de seu tempo para orar pelos assuntos alistados neste boletim.
2. Aproveite momentos de oração antes das refeições para incluir estes assuntos.
3. Envolva pelo menos um companheiro de oração neste período, durante 10 minutos: “Em verdade também vos digo que, se dois dentre vós, sobre a terra, concordarem a respeito de qualquer cousa que, porventura, pedirem, ser-lhes-á concedida por meu Pai, que está nos céus” (Mateus 18:19).
4. Promova neste período reuniões específicas de oração em sua casa ou em sua igreja.
PELO QUE ORAR?
1. Bendizer ao Senhor pelo fato verdadeiro que serão salvos, por toda a eternidade, pessoas “de toda tribo, língua, povo e nação” (Apocalipse 5:9b).
2. Orar em favor da evangelização e discipulado das crianças dos países africanos.
3. Orar em favor das igrejas evangélicas, organizações missionárias e líderes africanos, fiéis ao Senhor, para que sejam usados poderosamente na obra do Senhor.
4. Orar pelas autoridades governamentais, para que as portas estejam abertas para a pregação do evangelho.
5. Orar pela paz nas nações africanas.
6. Orar para que, no alcance das crianças, surja uma nova geração no continente africano, que ame ao Senhor Jesus.
7. Orar para que o avanço do animismo e do islamismo na África seja interrompido.
8. Louvar ao Senhor pela existência da Aliança Pró Evangelização das Crianças – APEC (MISSÃO DA JANELA 0 X 14) no continente africano. O ministério ali está dividido em três regiões: África Oriental e Central; África Ocidental e África Austral. Alguns países do norte da África estão na região chamada Oriente Médio.
9. Orar pelos países e obreiros da APEC no continente africano.
Cada país necessita de:
a) Finanças para o desenvolvimento o trabalho;
b) Pessoas voluntárias com disposição para cooperar;
c) Estratégias para um maior alcance das crianças.
Cada obreiro necessita de:
a) Sabedoria para conduzir o trabalho;
b) Santidade para agradar ao Senhor;
c) Sustento para as necessidades diárias;
d) Saúde física, emocional, mental e espiritual.
Abaixo veja os nomes dos diretores de cada região, dos diretores da APEC em cada país, a quantidade de obreiros e os países onde ainda há falta de obreiros:
A. África Oriental e Central – Joseph e Grace Kavuli, que residem em Nairobi, no Quênia, são os diretores para esta região.
Os países onde há trabalho da APEC são: Burundi (Gustave Nduwayo, sua esposa e mais 3 obreiros); Etiópia (Wondwossen Mitek, sua esposa e mais 3 obreiros); Quênia (Peter Kilungu, sua esposa e mais 39 obreiros); República Democrática do Congo (Mwembo Makaba, sua esposa e mais 11 obreiros), Ruanda (Icyishaka Sezibera e sua esposa); Sudão (Pamela Martinez mais 1 obreiro); Tanzânia (Christina Mwambo e mais 3 obreiros) e Uganda (Stephen Musisi, sua esposa e mais 12 obreiros).
Total de obreiros na região: 87
Países ainda sem obreiros: Djibuti, Eritréia, e Somália.
B. África Ocidental – Richard e Rebecca Acquaye, que residem em Accra, em Gana, são os diretores para esta região.
Os países onde há trabalho da APEC são: Benin (Ephraim Seignon, sua esposa e mais 8 obreiros); Burkina Fasso (Jonathan Lankoande, sua esposa e mais 11 obreiros); Camarões (Nkeh Fred Achondo, sua esposa e mais 24 obreiros); Chade (Tourdjim Tando); Costa do Marfim (Kalou Amborise e mais 13 obreiro), Gâmbia (Paul Rog e sua esposa); Gana (Frank Otchere, sua esposa e mais 50 obreiros); Libéria (Leaid Zeyoe, sua esposa e mais 6 obreiros); Mali (Mama Josias Sacko, sua esposa e mais 2 obreiros); Níger (Bernardette Adahou, seu esposo e mais 2 obreiros)); Nigéria (Jona Kolo Tsado e mais 46 obreiros); República Centro – Africana (François Koayakongo e mais 3 obreiros); Senegal (Demba Sene); Serra Leoa (Eileen Inácia Armartey e mais 1 obreiro) e Togo (Theresa Llorente e mais 1 obreiro).
Total de obreiros na região: 194
Países ainda sem obreiros: Cabo Verde, Congo, Gabão, Guiné-Bissau, Guiné-Conacri, Guiné Equatorial, Mauritânia, São Tomé e Príncipe.
C. África Austral – Frik e Amanda van Rensburg, que residem em Klerksdorp, na África do Sul, são os diretores para esta região.
Os países onde há trabalho da APEC são: África do Sul (David van Heerden, sua esposa e mais 30 obreiros); Angola (José Leonardo Sitongua e mais 5 obreiros); Botsuana (Reuben Akormedie e mais 1 obreiro); Madagascar (Diavalona Andrianarijaona, sua esposa e mais 7 obreiros); Malavi (Stephen Mupata, sua esposa e mais 9 obreiros); Ilhas Maurício (Pauline Kut Lin Loong e seu esposo); Ilhas Reunião (Nina Harivelo Ralambondrainy); Moçambique (Jossefa Ngomane, sua esposa e mais 17 obreiros); Namíbia (Kobus Barnard, sua esposa e mais 15 obreiros); Seychelles (Daisy Pazoca), Suazilândia (Saint Sibusiso Dlamini); Zâmbia (Joyce Kaoma e mais 8 obreiros) e Zimbábue (Edmund Nkala, sua esposa e mais 4 obreiros).
Total de obreiros na região: 115
Países ainda sem obreiros: Comores, Lesoto
D. Os países do norte da ÁFRICA: Argélia, Egito, Líbia, Marrocos, Saara Ocidental e Tunísia, estão sob a direção do Diretor da Região do Oriente Médio, Vassilios Constantinidis e sua esposa Ilona.
a) Ore pela realização do Instituto de Liderança Internacional nos meses de agosto a novembro, deste ano, no Brasil, sob a coordenação do Pr. Vassilios.
b) Ore pela proteção nas viagens dos candidatos, pelos professores, pelo suprimento de todas as necessidades, pelo retorno destes alunos como obreiros de tempo integral, especialmente para estes países no norte da África.
Orar pelo Projeto “Crianças da África Portuguesa para Cristo” que a APEC do Brasil realiza desde 1996, com o apoio das orações e das ofertas de irmãos e igrejas. Dos cinco países africanos que falam a língua portuguesa, só Angola e Moçambique têm o trabalho da APEC. Os seus obreiros são nacionais e foram capacitados através do ILMC – Instituto de Liderança para o Ministério com Crianças.
Orar em favor dos objetivos do Projeto “Crianças da África Portuguesa para Cristo”:
a) Desafiar líderes e igrejas africanas para a importância da evangelização das crianças,
b) Treinar professores para este ministério,
c) Equipar as igrejas com literatura bíblica, evangelística e ilustrada,
d) Realizar os mais variados ministérios com as crianças africanas, com especial destaque para as Classes de Cinco Dias e Classes de Boas Novas.
e) Capacitar líderes para serem obreiros de tempo integral, da APEC, em seus próprios países.
f) Estabelecer a APEC nos três países africanos de fala portuguesa, que ainda não foram abertos: Cabo Verde, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe.
10. Orar pela vinda de líderes dos países da África Portuguesa para o Brasil a fim de participarem do ILMC – Instituto de Liderança para o Ministério com Crianças, em regime de internato na Sede da APEC no município de Mairiporã-SP, nos meses de janeiro a março de 2011. Isto inclui:
a) Viagem do missionário Gilberto Celeti, superintendente nacional da APEC, no mês de Setembro para estar pelo menos três dias em cada país, com o seguinte itinerário: Moçambique, Angola, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde e Guiné-Bissau. Estas visitas serão especialmente para manter contatos com os candidatos que deverão ser apoiados para virem se preparar no Brasil e retornarem como obreiros em seus países;
b) Necessidade financeira para patrocinar a viagem e a estadia dos candidatos africanos. O alvo é trazer de 10 a 15 líderes, cerca de 2 a 3 líderes de cada um dos países que serão visitados. Ore para que o Senhor incline pessoas e igrejas para investirem e patrocinarem estes líderes que trabalharão com a APEC ao retornarem aos seus países.
11. Orar especificamente para que o Senhor dê Sabedoria, Sustento, Santidade e Saúde para os obreiros da APEC – ANGOLA: Cecília Lucinga Bonifácio, Evalina Teodoro Castro, Inocêncio Norton Julio, Isaac Bondo Ferraz e sua esposa e José Leonardo Sitongua (diretor nacional).
12. Orar especificamente para que o Senhor dê Sabedoria, Sustento, Santidade e Saúde para os obreiros da APEC – MOÇAMBIQUE: Alexandre Sitoé e sua esposa, Alfredo Joaquim Mabunda, Angelino de Jesus e sua esposa Flora, Anselmo Vasco Bombe, Augusto Munando Mutene, Fátima Machivene, Gladessy Samuel, João Chano Domingos, Jossefa Ngomane (diretor nacional) e sua esposa, Julinho Julay Laquesse e sua esposa, Miquitaio Torres, Mouzinho Muchaia e sua esposa Haildelene, Natalino Gomes e Victor Sousa.
13. Orar pela entrada de obreiros e a abertura da APEC em Guiné-Bissau, que deverá ocorrer no mês de setembro. No final do Instituto de Liderança da APEC realizado em Guiné-Bissau, nos meses de julho a outubro de 2009, dentre os 25 alunos, muitos manifestaram o desejo de ingressar no trabalho da APEC:
a) Ore por aqueles que são pastores e esperam a chegada de um sucessor para poderem se dedicar de tempo completo ao ministério entre as crianças;
b) Ore por aqueles que são seminaristas e precisam completar o seu treinamento bíblico e teológico para então virem para a obra;
c) Ore por aqueles que estão disponíveis e precisam ter o apoio de suas igrejas e conseguir formar uma equipe de intercessores e mantenedores;
d) Ore para que Deus levante mantenedores para investir com suas ofertas no sustento dos novos obreiros guineenses;
e) Ore para que o Senhor confirme aqueles que deverão entrar no trabalho da APEC em Guiné-Bissau.
APEC NO BRASIL – a caminho dos 70 anos – 1941/2011
Caixa Postal 20244 – CEP 04035-990 – São Paulo – SP
Telefone: (11) 5089-6633 – Fax: (11) 5573-9510
E-mail: desenvolvimento@apec.com.br




OPERAÇÃO GUINÉ-BISSAU

Dos 21 participantes que deram início a Operação Guiné-Bissau, 14 já retornaram para o Brasil. Sete são os que estarão envolvidos do começo até o final, e só voltam no dia 07 de outubro.
Uma segunda turma de 8 participantes viajou no dia 12 de agosto e retorna no dia 09 de setembro.
A terceira turma (com 10 participantes) viaja no dia 09 de setembro e retorna no dia 07 de outubro.
São ao todo 39 pessoas envolvidas neste Projeto, dos quais 10 são missionários de tempo integral da APEC e 3 são instrutores e professores voluntários da APEC que estão lecionando no Instituto de Liderança para o Ministério com Crianças (ILMC)que está funcionando em Gabu, no interior do país de Guiné-Bissau, com 25 alunos em regime de internato.

O ILMC está funcionando nas dependências da Igreja Presbiteriana onde está o treinamento, a cozinha, o refeitório e parte da hospedagem. Alguns alunos estão hospedados numa escola primária do governo, ao lado da igreja. A equipe de brasileiros está numa casa próxima, alugada . Gabu é chamado “Quartel General” da Operação Guiné-Bissau.
Os participantes que não ministram aulas no Instituto de Liderança, enquanto permanecem em Gabu, fazem pesquisa de casa em casa, quando se familiarizam com a realidade e a maneira de pensar das pessoas que vivem em Guiné-Bissau e também se preparam para ministrarem nos diversos Projetos Especiais que estão sendo realizados em praticamente todas as regiões do país.

A equipe que já voltou ao Brasil ministrou 4 Cursos Especiais sobre Classes de Cinco Dias, treinando 268 alunos, dos quais 261 foram diplomados. Os Cursos aconteceram nas tabancas
de Có (Região de Cacheu), de Quinhamel (Região de Biombo), e na capital Bissauer, nos bairros Militar e de Missera.
Os alunos realizaram trabalhos na Escola Dominical, nos Lares, em Hospitais, ao Ar Livre e fizeram 61 Classes de Cinco Dias.
Foram alcançados com a mensagem do Evangelho 5.571 crianças e 566 adultos, num total de 6.137 pessoas. Destas, 1934 crianças e 69 adultos receberam a Cristo como Seu Salvador e Senhor.

Os alunos que foram treinados e que conseguiram este precioso resultado, vieram de 29 igrejas. Cada uma destas igrejas recebeu um Kit com 4 coleções de lições bíblicas, 1 coleção de lição missionária, caderno com cânticos ilustrados em crioulo, livro de cânticos em crioulo com 2 CDs e outros livros e materiais.
Cada participante e cada igreja comprometeu-se em dar continuidade no trabalho com as crianças.
Neste momento há uma equipe trabalhando nas Ilhas de Uno e Bubaque que ficam no Arquipelago dos Bijagos. Três novas equipes estão se preprando para darem o treinamento em três novas regiões: Tombali, Quinara e outros bairros da capital Bissau.

Quanto ao ILMC, os alunos estão se esforçando ao máximo para serem aprovados a cada semana e até aqui tem sido vitoriosos. Muitos deles estão interessados seriamente em serem obreiros de tempo integral da APEC. Os professores que até agora tem lecionado no ILMC tem sido grandemente usados por Deus.
Por favor, agradeça a Deus por tudo quanto Ele mesmo está realizando através daqueles que se dispuseram a vir e daqueles que se dispuseram a orar e a contribuir para que tudo isto se tornasse realidade. Agradeça também pela Igreja Presbiteriana que cedeu as suas dependências e pelo casal de missionários da APMT, Rogério e Fabiana, que tem sido instrumentos preciosos para o bom andamento de todo o ILMC na área da hospedagem e da alimentação. Sem eles seria praticamente impossível o alcance destes maravilhosos resultados.

Ore pelas crianças de Guiné-Bissau.
Ore pelas autoridades do país.
Ore pelo estabelecimento da APEC e que o Senhor chame para seus obreiros aqueles que são de sua inteira escolha.
Ore pela proteção de Deus em todas as áreas.
Ore para que o islamismo seja enfraquecido aqui, em toda África e no mundo.
Ore para que o Senhor Jesus Cristo seja exaltado, conhecido, glorificado e amado.

Gilberto Celeti

PESQUISA EM GABU

PESQUISA DE CAMPO E EVANGELISMO EM GABU

Nas duas primeiras semanas na operação Guiné-Bissau foram realizadas duas atividades:

1) Os alunos do ILMC saíram fazendo evangelismo usando o Livro Sem Palavras.

2) Missionários e voluntários do Brasil foram divididos em quatro equipes que fizeram visitas na comunidade.

Durante as visitas foi realizada uma Pesquisa de Campo e obtivemos o seguinte resultado:

Perfil dos Entrevistados: Homens (19%) – Mulheres (23%) – Jovens (13%)Adolescentes (2%) – Meninos (25%) – Meninas (19%)

1. Qual é a coisa mais importante para vocês? Trabalho (60%) – Alimentação (47%) – Estudo (39%) – Saúde (24%) – Dinheiro (24%)Deus/Jesus (9%) – Família (9%) – Água (4%) Comércio (4%) – Ser mãe (4%)Caju (4%) – Tudo (4%)

2. Qual é a maior dificuldade? Alimentação (69%) – Trabalho (43%) – Saúde (34%) – Estudo (30%) – Dinheiro (21%)Chuva (17%) – Tudo (17%) – Nada (13%) – Casa (4%) – Vida (4%) – Transporte (4%)Segurança (4%) – Filhos doentes (4%) – Não ter o que fazer (4%)

3. O que vocês pensam a respeito de Deus? Quem é Deus? Poderoso (43%) – Criador (38%) – Não sabem (30%) – Alá (17%) – Jesus (17%) – Soberano (9%)Não responderam (9%) – Único (9%) – Importante (9%) – Outra raça (4%) – Amor (4%)O que sustenta (4%) – Grande (4%) – Bom (4%)

4. Na sua opinião, o que acontece com uma pessoa depois da morte? Vai para o céu (glória ou Deus) (77%) – Não sabem (26%) – Não pensam nisto (17%)Depende do destino (9%) – Fica em outra Tabanka (aldeia) (4%) – Desaparece (4%)Vai para outro lugar (4%) – Acabou (4%)

5. O que vocês pensam e acham a respeito do pecado? O que é pecado? Não pecam (68%) – Coisas erradas (60%) – Não pensam nisso (13%) – Não sabem (9%)Briga (9%) – Roubo (9%) – Ambição (4%) – Matar (4%) – Violência (4%) – Usar saia curta (4%)Não respondeu (4%) – Ser mau para o marido (4%) – Cerimônias (4%) – Abuso sexual (4%)Feitiçaria (4%) – Pensar mal (4%)

6. Você já ouviu falar de Jesus? Quem é Jesus? Não conheço (26%) – Filho de Deus (26%) – Conhece por filme (21%) – Filho de Alá (17%)Não responderam (17%) – Não pensam nisso (13%) – Deus (13%) – Profeta (9%)Igual a Deus (9%) – Conhece pelo alcorão (4%) – Conhece pela TV (4%) – Salvador (4%)Ele ensina religião (4%) – Conhece pela Bíblia (4%) – O melhor para mim (4%)

7. Como vocês ensinam os seus filhos sobre sua religião? Rezando (38%) – Mandam para Ig. Presbiteriana (26%) – Mandam para Ig. Católica (17%)Mandam para escola da Jocum (17%) – Não responderam (17%) – Não sabem (13%)Pelo exemplo (9%) – Mandam para outras Ig. evangélicas (9%) – Não ensinam (9%)Mandam para o Marabu – líder muçulmano (9%) – Os mais velhos ensinam (4%)O pai ensina (4%) – Mandam para o Naum – líder religioso (4%) – Não tem tempo (4%)

8. Na sua opinião, o que seus filhos precisam mais? Escola (95%) – Trabalho (30%) – Saúde (30%) – Alimentação (26%) – Tudo (21%)Roupa (13%) – Igreja (13%) – Viver Bem (9%) – Amor (4%) – Segurança (4%)Carinho (4%) – Jesus (4%) – Não responderam (4%)

RESULTADOS

No evangelismo, realizado pelos alunos do ILMC, foi obtido o seguinte resultado:- 204 crianças, 08 jovens e 03 adultos ouviram de Jesus- 139 crianças receberam a Jesus como seu Salvador.

Durante a Pesquisa de Campo, em algumas das casas, quando permitido, foi contada a história do Caminho para a Salvação com grande interesse.

No último domingo uma senhora muçulmana veio até a Igreja onde funciona o Instituto de Liderança e disse que queria saber como poderia crer e receber Jesus em sua vida.

ALUNOS AFRICANOS

Os alunos do ILMC estão na 3ª. Semana do curso e muito motivados. Surge agora uma grande necessidade de conduzir quase que a metade dos alunos ao oculista, pois há deficiências e precisarão de óculos com algum percentual de grau para enxergaram melhor. Esta dificuldade faz com que muitos deles tenham dor de cabeça. A sua oração e contribuição para que sejam feitas estas consultas, e depois os óculos, é muito importante.

EQUIPE DE BRASILEIROS

As equipes estão animadas nos Projetos Quinzenais que estão acontecendo nestes primeiros quinze dias de agosto. Logo sera possível enviar algumas fotos e um relatorio deste alcance tao grande de criancas que será feito através das Classes de 5 Dias. Deus tem sido bondoso concedendo boa saúde a todos.

NOSSO DIA-A-DIA EM GUINÉ-BISSAU

Rogério e Fabiana que são missionarios brasileiros em Gabu e que estão nos ajudando na coordenação da alimentacao, tem sido maravilhosos e o cardápio tem sido muito bem elaborado, nutritivo e gostoso. A equipe da cozinha é excelente. A Sra. Olimpia, cozinheira guineense é fora de série. Já recebi um e-mail de um guineense, meu amigo, que mora no Brasil e que conhece a Olimpia, que me disse ser ela a melhor cozinheira de Guiné-Bissau! Bem, se você quiser saber o que comemos, agora é época de quiabo, beringela, batata doce, pepino. Não tem faltado peixe e nem frango que esta chegando da Argentina. Temos arroz diariamente e que é muito apreciado pelos guineenses e claro, pelos brasileiros também.

A Operação Guiné-Bissau está em andamento conforme o planejado. Veja acima a foto dos alunos

Da turma de brasileiros participantes do Projeto, estão lecionando, nesta semana, no Instituto de Liderança os seguintes professores: Pr. Gilberto Celeti (Teologia da Evangelização das Crianças); Pr. Rivaldo Maranhão (Levando a Criança a Cristo); Pr. Altamiro Menezes (Problemas de um Obreiro e a Solução de Deus) e Shirley Reis (Gênesis da APEC).

As aulas estão sendo ministradas nas dependências da Igreja Presbiteriana de Gabu onde estou hospedado junto com o Rivaldo e todos os alunos. Aqui é o Quartel General de todo o Projeto onde são também preparadas as refeições por uma cozinheira muito boa, irmã Olímpia, e sua equipe. A alimentação tem sido maravilhosa. Todos estão muito contentes com isto.

A turma do Brasil está distribuída assim: As mulheres numa casa próxima (A casa das 70 mulheres) e os dois casais na casa do missionário Rogério e sua esposa Fabiana, que pertencem a APMT – Associação Presbiteriana de Missões Transculturais, e que estão dando todo o suporte para o Projeto. Uma verdadeira bênção!

Nesta semana a turma do Brasil está realizando um trabalho de casa em casa, conversando com as pessoas nas casas, fazendo uma pesquisa para entender melhor como as pessoas pensam, mostrando simpatia, fazendo amizade e aproveitando as oportunidades para evangelizar.

O povo daqui é, na sua grande maioria, mulçumano. A linguagem no dia a dia é o crioulo. Não há eletricidade. Não há água encanada, aliás a água é rara. Todos estão dormindo no chão em pedaços de espuma que foram arrumados com muita dificuldade. O desconforto é uma realidade. No entanto, a alegria de todo o grupo é contagiante e não tem havido murmuração, pelo contrário.

Na próxima semana realizaremos dois Cursos Introdutivos aqui na cidade de Gabu e a nossa equipe do Brasil está se preparando para isto. No dia 01 de agosto três equipes de brasileiros viajarão para Projetos em outras regiões do país. Estes projetos acontecerão em todas as províncias de Guiné-Bissau. Estamos vibrando com isto.

Peço orações em favor das eleições de 2º. Turno aqui em Guiné-Bissau. No domingo dia 26, dia da eleição, nenhum automóvel poderá se deslocar. Na maioria das igrejas não haverá reuniões. Vamos ficar juntos e em oração, na expectativa que tudo aconteça no meio de total normalidade e que o próximo presidente seja pessoa da escolha do Senhor e que as portas do país continuem abertas para a obra missionária.

Já há alunos do Instituto de Liderança me procurando para saber mais detalhes sobre o que significa ser obreiro de tempo integral junto à APEC e que estão com grande desejo de servir ao Senhor nesta área. Peço também orações para que Deus conceda muita sabedoria nestas entrevistas.

Bem, a saudade é grande, não só minha mas de todos os participantes do Projeto e todos enviam suas saudações e abraços.

No amor de Cristo e pela salvação das crianças guineenses.

Gilberto CeletiE-mail: gilceleti@gmail.com
Blog CRIANÇAS PARA CRISTO:http://criparacristo.blogspot.com/
Blog TEOPOESIA:http://gilceleteopoesia.blogstop.com/

Veja abaixo algumas fotos.