QUAL SERÁ O MODO DE VIVER DO MENINO?

QUAL SERÁ O MODO DE VIVER DO MENINO?

Você conhece Manoá?
Manoá era o nome do pai de Sansão, um dos juízes de Israel.
Sansão tem o seu nome citado na preciosa galeria dos heróis da fé de Hebreus: “E que mais direi? Certamente, me faltará o tempo necessário para referir o que há a respeito de Gideão, de Baraque, de Sansão, de Jefté, de Davi, de Samuel e dos profetas, os quais por meio da fé, subjugaram reinos, praticaram a justiça, obtiveram promessas…” (Hb 11.32,33).
Quando o anjo do Senhor traz a notícia que a sua mulher, que era estéril, haveria de dar a luz a um filho, ouve de Manoá uma pergunta muita significativa: “Qual será o modo de viver do menino?” (Juízes 13:12).
Vivemos um tempo onde grande parte da atividade de uma empresa é terceirizada. Esta tendência de “terceirização” alcançou também o âmbito da família.
Poucos são os pais que assumem o compromisso na educação de seus filhos e que estão preocupados em dar uma sólida formação moral aos seus filhos para que estes venham a ter um modo de viver digno e honrado.
Em muito menor número são os pais que, obedientes à Palavra de Deus, transmitem aos seus filhos os fatos a respeito da Pessoa de Deus, do Seu poder e das maravilhas que Deus faz, conforme estabelecido no Salmo 78,4.

Falta esta preocupação de Manoá: “Qual será o modo de viver do menino?”
O que está registrado, também no Salmo 78, versículos 7 e 8 deveria levar um pai a fazer a seguinte pergunta: “Será o meu filho alguém que vai colocar a sua confiança em Deus?; ou: “Será meu filho um rebelde, de coração inconstante e com um espírito não fiel para com Deus?”
Há necessidade de um despertamento, na mente e no coração dos pais, para que vejam os perigos que seus filhos correm se deixarem de ser ensinados no ‘CAMINHO’ – “Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele” (Provérbios 22.6).
Há também, por outro lado, a necessidade de conscientização dos pais para que vejam os perigos que seus filhos correm se continuarem a receber as influências tão daninhas do meio que os cerca, tais como:
1 — A música. Você já analisou as letras e as melodias que fazem o maior sucesso e que penetram nas mentes das crianças e adolescentes, induzindo-os à imoralidade, à lascívia, aos vícios, à rebelião, ao suicídio, ao satanismo?
2 — A televisão. Você já verificou como os programas de maior audiência estimulam principalmente as crianças e adolescentes, à violência, às relações sexuais ilícitas, ao uso de cigarros e bebidas, à crença nas doutrinas espíritas e no ocultismo?
As pesquisas indicam que um pouco mais de 85% das crianças, no Brasil, assistem televisão até as 23h30m diariamente.
3 – A internet. Você já constatou com que facilidade as crianças e adolescentes acessam sites de mau conteúdo, que aliciam para a pedofilia, para a imoralidade sexual (homossexualismo e lesbianismo), para o satanismo explícito, para os jogos violentos. E como participam de comunidades onde os temas e comentários são contrários aos princípios da Palavra de Deus?
As pesquisas indicam que cerca de 90% das crianças, no Brasil, acessam a internet sem qualquer restrição ou acompanhamento de seus pais.
4- A literatura. Você já percebeu que os livros dedicados ao público infanto juvenil, que ficam mais tempo entre os mais vendidos têm toques de esoterismo, de ateísmo, de rebelião para com os princípios da Palavra de Deus?
5 – O ensino. Você já verificou a inserção do humanismo, do hedonismo, do relativismo filosófico, de uma atitude anti-Deus nas mais variadas matérias do currículo escolar?

Quanto de tempo, como pais, será necessário para dialogar com os filhos e ajudá-los a filtrar a música, a televisão, a internet, a literatura e o ensino, de uma forma crítica, discernindo o que está por trás das aparências?
Quanto de tempo, como pais, será necessário dedicar para demonstrar aos filhos a devida atenção, amor e companheirismo e assim exercer uma boa influência?
Quanto de tempo, como pais, será necessário para buscar, em oração e no estudo da Palavra, a sabedoria que vem do Senhor para criar os filhos de acordo com as Escrituras?
Quanto de tempo, como pais, será necessário para orar pelos filhos e com eles, para que a bênção do Senhor esteja sobre suas vidas?
Quanto de tempo, como pais, será necessário para cultuar a Deus junto com os filhos, levando-os ao conhecimento da presença e do temor do Senhor?
Quanto de tempo, como pais, será necessário para ter o prazer e o privilégio de conduzi-los à salvação em Cristo e vê-los, então, crescendo na graça e no conhecimento de Jesus?

Diante da pergunta solene: “Qual será o modo de viver do menino?” será que não é uma questão urgente, que os pais dediquem, consagrem e entreguem os seus filhos para que sejam servos fiéis ao Senhor?
Conta-se que um pai disse ao seu filho: “Meu filho eu não espero que você seja um milionário, mas sim um missionário!”
Com que facilidade os pais se gastam e se desgastam para que seus filhos tenham de tudo o melhor, nas áreas da alimentação, do vestuário, da saúde, da instrução, do lazer, etc. Quão pouco, se for feita uma comparação, se investe na área do desenvolvimento espiritual da criança.
Com poucos são os pais que tomam a decisão, muitas vezes até antes de o próprio filho vir à luz, de dedicá-lo para o serviço do Senhor.
Todos sabem que a seara é grande e que são poucos os trabalhadores, mas não querem se envolver diretamente na obra do Senhor e muito menos quer ver os seus filhos envolvidos nesta tarefa. Isto é muito triste.

“Qual será o modo de viver do menino?” Para que o evangelho alcance cada povo, cada tribo, cada língua, e assim se cumpra a ordem do Senhor Jesus Cristo, o Supremo Comandante: “Ide e fazei discípulos de todas as nações…” (Mateus 28.18), é UGENTE uma mudança de mentalidade.
É URGENTE a conscientização de que as crianças que hoje ganhamos para Cristo sejam, desde agora, dedicadas e preparadas para que venham a ter os seus nomes na galeria dos heróis da fé, pela conquista que farão de reinos e nações para o Senhor, mediante a pregação do evangelho.

Pais façam a pergunta de Manoá: “Qual será o modo de viver do meu filho, da minha filha?”
Pais dediquem agora mesmo os seus filhos para que tenham um modo de viver como servos do Senhor e não coloquem nenhum impedimento para que Deus use-os como missionários que irão até os confins da terra.
Pais mudem a sua agenda para que haja nela tempo de qualidade para convívio com os seus filhos, em todas as áreas, mas prioritariamente na educação de seus filhos no CAMINHO em que devem andar.

E nunca se esqueçam disto: os dias são maus e perigosos, sendo muito mais fácil seguir num caminho largo que conduz à perdição do que ficar firme no Senhor Jesus, em quem estão escondidos todos os tesouros da sabedoria. Jesus é a Verdade e a fonte da Vida.
Diante da pergunta: “Qual será o modo de viver do meu filho, da minha filha”? que possamos ouvir nitidamente a resposta: SERÁ CRISTO!

Gilberto Celeti

De 28 de novembro a 02 de dezembro a APEC – Aliança Pró Evangelização das Crianças realizará em Águas de Lindóia, o 18 Congresso Nacional, com o tema: GERAÇÃO DIGITAL – AÇÃO E TRANSFORMAÇÃO. Veja as informações no SITE: http://www.apecbr.com/congresso2012/

Publicado por

apecbrasil

A APEC - Aliança Pró Evangelização das Crianças... ... foi fundada em 1937, nos Estados Unidos da América, pelo Rev. Jesse Irvin Overholtzer, um homem a quem Deus deu a visão dos meninos e meninas que precisavam do Salvador. O trabalho da APEC está estabelecido no Brasil desde 1941 e é autônomo em relação à Sede Internacional, possuindo direção, expansão e sustento nacionais. O Brasil foi o primeiro país a ter a obra missionária da APEC. A proposta hoje é a mesma do fundador. A APEC é uma obra de fé, fundamentada na Bíblia, formada por crentes nascidos de novo, que visa evangelizar crianças apresentando-lhes o Evangelho do Senhor Jesus Cristo, discipulá-las na Palavra de Deus e encaminhá-las a uma igreja evangélica onde possam crescer em sua vida cristã. Um ministério que se preocupa com as crianças de todo o mundo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s