A CRIANÇA NUMA SOCIEDADE DECADENTE – 5 (continuação da postagem do dia 28 de maio)

OS SINAIS DE DECADÊNCIA DE UMA SOCIEDADE
1) NÃO HÁ VERDADE — O que caracterizava o povo na época de Oséias era a falta de fidelidade, de firmeza, de certeza, de estabilidade, de honradez.
O que se via era uma vida moral frouxa e inconsistente.
Ninguém ficava incomodado em falar mentiras, violar as promessas ou deixar de lado suas responsabilidades éticas.
Os valores ficaram distorcidos e perdeu-se a capacidade de distinguir entre o certo e o errado.
Nos dias atuais, a expressão mais em uso é: tudo é relativo.
Nada pode ser considerado como absolutamente certo ou errado, absolutamente bom ou mau, absolutamente justo ou injusto, e assim por diante.
Perdeu-se a noção da verdade absoluta.
A “moda” é dizer que o que é verdade para você pode não ser verdade para mim.
Ninguém pode dizer o que é certo ou errado.
Cada um deve decidir esta questão por si mesmo, segundo a sua própria maneira de pensar.
As pessoas estão tomando decisões, escolhendo o que lhes parece o melhor num determinado momento e circunstância, de acordo com o que acham ou pensam, sem a preocupação de verificar se o que decidem ou fazem está dentro de um padrão verdadeiro.
Na verdade, acabaram-se os padrões.
Ninguém quer compreender e muito menos aceitar a verdade absoluta – aquela que é verdade para todas as pessoas, em todas as épocas e em todos os lugares.
Sendo assim, a mentira é justificada, o engano de colar numa prova é aceito sem problema, o roubo pode ser necessário para resolver uma situação difícil, as falsidades podem trazer um benefício e assim o pecado é disfarçado.
Vivemos uma época de engano.
Falta o amor à verdade.
A atitude de Pilatos, perguntando a Jesus: “Que é a verdade?” (João 18:38), para logo em seguida virar-lhe as costas, ilustra a atitude desta geração decadente.
Numa época assim, precisamos preparar as novas gerações, alertando quanto ao perigo do relativismo e firmando-as nos absolutos eternos que estão na Palavra de Deus.
Uma criança salva precisa “crescer na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo” (2 Pedro 3:18), e isto envolve que ela conheça:
1) Que Deus é o Deus da verdade – Deuteronômio 32:4; Salmo 31:5.
2) Que Jesus Cristo é a verdade – João 7:18; João 14:6.
3) Que Cristo estava cheio da verdade – João 1:14.
4) Que Cristo falou a verdade – João 8:45-47.
5) Que o Espírito Santo é o Espírito da verdade – João 14:17.
6) Que o Espírito Santo guia a toda a verdade – João 16:13.
7) Que a Palavra de Deus é a verdade – Daniel 10:21; João 17:17.
Na verdade, só uma criança regenerada pelo Espírito Santo é que terá condições de:
1) Adorar a Deus na verdade – João 4:24; Salmo 145:18.
2) Servir a Deus na verdade – Josué 24:14; 1 Samuel 12:24.
3) Andar diante de Deus na verdade – 1 Reis 2:3; 2 Reis 20:3; 2 João 4.
4) Estimar a verdade como preciosa – Provérbios 23:23.
5) Alegrar-se na verdade – 1 Coríntios 13:6.
6) Falar a verdade – Zacarias 8:16; Efésios 4:25.
7) Meditar sobre a verdade – Filipenses 4:8.
Uma criança salva precisa ser firmada na Autoridade das Escrituras e conhecer que o primeiro e o principal ataque do inimigo sempre é em relação à veracidade da Palavra de Deus.
Lembremos da astúcia da serpente, ao enganar Eva: “É assim que Deus disse?… é certo que não morrereis” (Gênesis 3:1,4).
Ao ser tentado pelo diabo, Jesus obteve vitória por se firmar na autoridade da Bíblia: “Está escrito!” foi a sua resposta.
Sim, a Bíblia é absolutamente verdadeira, pelas próprias afirmações que faz de si mesma, pelo testemunho de Jesus Cristo, pelas profecias cumpridas literalmente, pelas vidas que têm sido transformadas pela sua mensagem, etc.
Jesus falou muito bem: “Passará o céu e a terra, porém as minhas palavras não passarão” (Mateus 24:35).
É bom lembrar também que “o aparecimento do iníquo é segundo a eficácia de Satanás, com todo poder, e sinais, e prodígios da mentira, e com todo engano de injustiça aos que perecem, porque não acolheram o amor da verdade para serem salvos.
É por este motivo, pois, que Deus lhes manda a operação do erro, para darem crédito à mentira, a fim de serem julgados todos quantos não deram crédito à verdade; antes, pelo contrário, deleitaram-se com a injustiça” (2 Tessalonicenses 2:9-12).
CONTINUA…

Publicado por

apecbrasil

A APEC - Aliança Pró Evangelização das Crianças... ... foi fundada em 1937, nos Estados Unidos da América, pelo Rev. Jesse Irvin Overholtzer, um homem a quem Deus deu a visão dos meninos e meninas que precisavam do Salvador. O trabalho da APEC está estabelecido no Brasil desde 1941 e é autônomo em relação à Sede Internacional, possuindo direção, expansão e sustento nacionais. O Brasil foi o primeiro país a ter a obra missionária da APEC. A proposta hoje é a mesma do fundador. A APEC é uma obra de fé, fundamentada na Bíblia, formada por crentes nascidos de novo, que visa evangelizar crianças apresentando-lhes o Evangelho do Senhor Jesus Cristo, discipulá-las na Palavra de Deus e encaminhá-las a uma igreja evangélica onde possam crescer em sua vida cristã. Um ministério que se preocupa com as crianças de todo o mundo.

Um pensamento em “A CRIANÇA NUMA SOCIEDADE DECADENTE – 5 (continuação da postagem do dia 28 de maio)”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s